Geral

Alesc disciplinará radares ‘escondidinhos’

Sabem aquela piada do policial que parou o vivente na rodovia e lascou:

Correndinho, hein? – E o condutor devolveu:

E vocês escondidinhos, hein?

Se depender da Assembleia Legislativa os policiais estaduais poderão continuar coibindo aqueles que estiverem correndinho. Mas não poderão ficar mais escondidinhos para operar radares. Deputado Cobalchini é autor do projeto que proíbe radares portáteis estáticos (fixos) ou móveis atuando ‘escondidinhos’. O projeto ainda não é terminativo.

EXEMPLO NA SERRA

Não raras as vezes motoristas que fazem o percurso entre Lages e São Joaquim – por exemplo – ao terminarem as chamadas retas de painel, serem surpreendidos por policiais com o radar escondidinho no final daquele trecho. Tal prática será proibida, caso a lei seja aprovada. Os policiais poderão continuar com o comando de fiscalização através de radar, mas deverão ficar nas retas, bem visíveis.

O QUE DIZEM OS DEPUTADOS

MOACIR SOPELSA – “Todos nós que andamos nas rodovias muitas vezes nos deparamos com radar móvel em locais não sinalizados, em locais não tão à vista. O radar precisa estar onde tem sinalização, onde seja identificado que aquela rodovia está sendo controlada por radar.”

SARGENTO LIMA – “Quem tem a CNH já aprendeu que numa rodovia estadual o limite de velocidade é de 80 km por hora. Ao suspender uma fiscalização a gente pode estar manchando a mão de alguém, que assinou isso aí, de sangue, mas a minha não vai ser suja”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *