Geral

Ângela Amin e o ‘não’ que era para ser ‘sim’

O próprio empresário Lucano Hang, defensor do voto auditável e da linha de atuação do presidente Bolsonaro, foi para as redes sociais cravar a lista dos deputados contrários à ideia da impressão do voto após o clicar na urna eletrônica. Lá está no destaque para Santa Catarina, os nomes de Pedro Uczai (PT), posicionamento normal, e a esquisitice de Ângela Amin (PP) com um NÃO ao projeto.

ELA QUERIA VOTAR SIM

Já se noticiou e a parlamentar mesmo explicou que se equivocou, visto que queria votar SIM, mas acabou acarcando no NÃO no nervosismo do momento. Suficiente para ganhar uns memes na indústria do entretenimento político e humorístico, porque, como diz o profeta Cacau Menezes, a turma são fogo!

– Que é que deu, dona Ângela? Não era um SIM no projeto? Foi pressionada? Foi?

– Liga não, Senhor Presidente! Essa mulher é igual o Avaí. Ela faz coisas. Acho que já andou votando até contra mim sem perceber!

P. S.

Naturalmente que o conteúdo não retira o profundo respeito pela parlamentar. Esses equívocos acontecem. Embora, num momento desses não devesse acontecer. Imagina se a aprovação da matéria dependesse de um único voto e fosse o dela. O forrobodó que iria dar!

Compartilhe

2 comentários para: “Ângela Amin e o ‘não’ que era para ser ‘sim’”

  1. Falta de experiência kkkk. Náuseas pela esfarrapada desculpas .
    Nóis é louco mas ñ é burro .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *