Geral

Antídio rejeitado em chapa com Moisés

EX-PREFEITO DE JARAGUÁ FOI PRETERIDO PARA COMPOR DE VICE. AGORA QUER IR A CONVENÇÃO PARA CONCORRER AO GOVERNO PELO MDB.

“O Antídio Lunelli não é o mesmo que aparecia até ontem na propaganda do MDB criticando fortemente o atual governador?”

A indagação veio do colega Adilson Oliveira na Clube FM 98,3 quando informamos que o ex-prefeito de Jaraguá do Sul havia recuado da ideia de concorrer a governador pelo MDB, aceitando ser vice de Carlos Moisés à reeleição. E de fato. Para turbinar a condição de pré-candidato a governador, em meados de maio e começo de junho, nos espaços do horário eleitoral do partido, Lunelli adotou a estratégia de combate ao atual governador, em um discurso forte de oposição. Em tese, pelo que consta nos bastidores, essa seria a principal razão de Moisés (embora não tenha declarado publicamente, mas o silêncio sobre o ex-prefeito reforça isso) não querer fazer dobradinha com o faladô.

DESDOBRAMENTO

Foi na reunião desta segunda-feira, 27, que o MDB colocou o assunto na pauta. Recebemos o áudio da fala de Antídio Lunelli, demonstrando certa chateação com a rejeição não expressa de Moisés a seu nome na dobradinha entre Republicanos e MDB. A consequência disso, consta da fala de Antídio, é que ele vai à convenção do MDB para ser candidato do partido a governador, retomando a ideia inicial. Na outra ponta, a turma do deixa disso, dentro do mundo pelego, tentando apaziguar e chegar a um consenso de nome que interesse ao MDB e não seja desafeto verbal de Moisés.

ANTÍDIO E A SÉRIE DA NETFLIX

Está na grade de programação da streaming Netflix a série chamada O Poder e a Lei. Na sala do advogado protagonista Mickey Haller tem a foto de um pescador com um peixe fisgado no anzol. Na legenda da foto consta uma referência ao peixe: Você está aqui porque abriu a boca!

Esta é uma cena impossível na campanha deste ano. Primeiramente porque o então Chefe da Casa Civil de Moisés, Eron Giordani (ali no meio) deve ser vice de Gean Loureiro. Segundamente porque Antídio Lunelli abriu a boca, com críticas ao atual governador, e este – informam terceiros – não engole o desaforo daquele que deveria ter tido a noção de que o mundo e a política dão muitas voltas. Ou seja, a cena de Moisés e Lunelli numa mesma chapa não se concretiza porque o ex-prefeito abriu a boca!

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *