Geral

Ausências no cenário da disputa em 2020

A GENTE PENSA QUE DEPOIS QUE ENTRAM NA POLÍTICA NÃO SAEM MAIS. PORÉM…

O recolhimento do médico Rodrigo Silva e de Roberto Amaral do cenário mostra o contrário. Nesta eleição os dois optaram por ser meros eleitores. Eleitores que a gente nem sabe de quem…

Gean Vargas o empresário jovem que se tornou um jovem vereador. Nem com seu antigo partido (PPS) na disputa majoritária ele resolveu retornar à peleia eleitoral. Não deve ter gostado da encrenca!

Nilton Freitas e Elói Bassin foram vereadores contemporâneos. E mesmo podendo se manter na disputa, resolveram se recolher. Na eleição passada Bassin lançou a esposa à Câmara. Neste ano Nilton apoia o Freitinhas. Mas os dois passam longe da correria eleitoral.

Coruja era e ainda é aguardado no cenário da disputa. Mas o médico anda deveras recolhidos na movimentação externa da eleição

Advogado João Cardoso, mesmo estando suplente (ele foi o terceiro do PP em 2016), optou por não concorrer. Poderia até ter sido vice, dando uma aspecto mais ‘adulto’ a uma chapa. Mas optou por não ir às urnas. No registro acima uma das raras aparições dele cumprimentando o ex-governador Colombo.

Francisco Küster, uma das referências na política na Serra Catarinense. De um passado cheio de predicados positivos tanto com mandato quanto em funções públicas. Mas Küster se recolheu da disputa e de qualquer posicionamento. Deve ter se chateado com o sistema cada vez mais perverso para aqueles que fazem Política com P maiúsculo.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *