Geral

Autorizado transporte de javali abatido

MAS É PRECISO ATENDER A PREVISÃO DA PORTARIA PUBLICADA PELA CIDASC SOBRE O ASSUNTO

Está publicada a portaria que regulamenta e autoriza o transporte das carcaças dos javalis abatidos para controle populacional no Estado. Desde fevereiro deste ano, vereador Gerson dos Santos (PSD), realizava tratativas com o gestor de Defesa Agropecuária do Departamento Regional de Lages, Yuri Jivago Ramos, e com o médico veterinário e agente de manejo populacional Gabriel Baggio.

Gerson dos Santos e as tratativas com profissionais da Cidasc para esse encaminhamento do transporte de javalis abatidos dentro da norma

SIGNIFICADO

“A publicação dessa portaria é importante porque visa o controle da população de javalis, vetores de algumas doenças que são prejudiciais aos rebanhos e ao status sanitário do nosso estado”, conta o presidente da Câmara de Vereadores de Lages. Por sua vez, Gabriel Baggio cita que “somente agentes de manejo populacional devidamente autorizados pelos órgãos competentes e capacitados em treinamentos pela Cidasc poderão realizar o transporte das carcaças”.

SAIBA MAIS A RESPEITO

“O transporte está vinculado à obtenção de um lacre de liberação, concedido ao controlador após a entrega de amostras de sangue para monitoria sanitária”, afirma Baggio. “Esse é um dos motivos pelos quais estamos realizando cursos para os agentes de manejo populacional interessados em se capacitar e serem voluntários no procedimento de monitoria sanitária e, por consequência, estarem autorizados a realizar o transporte das carcaças”, explica Yuri Ramos. Durante a capacitação, os profissionais da Cidasc orientam sobre os cuidados para o consumo da carne in natura, método de colheita de sangue, legislação referente à caça do javali e os problemas sanitários causados por doenças como Peste Suína Clássica e Febre Aftosa.

E aqui um registro dos queras que vão para o trecho da tarefa árdua, mas importante, de efetuar o abate de javalis, cumprindo regras e atendendo a norma relacionada à atividade

***

VOCÊ SABE A PROCEDÊNCIA DA CARNE

QUE VOCÊ ADQUIRE PARA SUA FAMÍLIA?

Empório das Carnes faz o acompanhamento desde a compra de animais criados a pasto em cabanhas e fazendas da Serra Catarinense (especialmente na região da Coxilha Rica, Painel). Depois o abate dentro dos rigorosos padrões sanitários (Frigorífico de Palmeira) e o manuseio das pranchas, transformando tudo em cortes especialmente para quem entende de carne: você!

Aqui está o exemplo de pranchas que chegam do abate, são submetidas a cortes dentro de padrões de sanidade e, depois embalados a vácuo para ficar a sua disposição na Avenida Carahá!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *