Geral

BR-282: Sete mortes em 6 dias

FATALIDADE E IMPRUDÊNCIA RESPONDEM POR NÚMEROS TRÁGICOS

De sábado, 14, até a quinta-feira, 19, foram registrados três acidentes graves no trecho que corta os municípios de Bocaina do Sul, Lages e São José do Cerrito da BR-282. As três ocorrências em circunstâncias diferentes resultaram, infelizmente, em sete óbitos.

DOIS DOS ACIDENTES

Desses citados, o primeiro foi em Bocaina do Sul, no km 281 envolvendo um caminhão e um veículo pequeno, resultando em dois óbitos. Na manhã da quinta-feira, 19, outra colisão, agora no Cerrito, causou a morte de três pessoas. Uma delas um cidadão de Xanxerê que se deslocava a Florianópolis para visitar a esposa que estava em internamento hospitalar.

Colisão na chegada a Bocaina do Sul no sábado, dia 14: dois mortos

COLISÃO COM CAVALO

O terceiro acidente e com consequência não menos grave ocorreu na área urbana de Lages. Uma colisão envolvendo animal na pista resultou na morte de dois jovens que seguiam em uma moto. André Antunes faleceu no local do acidente e Natalia dos Santos não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital.

Profissionais da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos de Lages efetuaram a retirada do animal causador do acidente que resultou em duas mortas na BR-282 pouco adiante do Km 222. Há pedido para que a comunidade informa a identificação do proprietário do animal para as demais providências relacionadas.

Compartilhe

1 comentário para: “BR-282: Sete mortes em 6 dias”

  1. O animal causador do acidente foi o humano que não cuidou do seu cavalo. O cavalo nao tem culpa de nada, nao tem a “inteligencia” que os humanos (nao) têm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *