Geral

Capão Alto reclama tarifa de esgoto

MUNICÍPIO PASSA A TER A REDE DE COLETA E TRATAMENTO FUNCIONANDO. E ISSO TEM CUSTO DE 100% DAQUILO QUE SE CONSOME DE ÁGUA

A exemplo de Lages, São Joaquim e Otacílio Costa, municípios da Serra Catarinense, em Capão Alto a Casan implementou a rede de coleta e tratamento de esgoto. Mas como qualidade de vida tem custo, a conta chegou. E chegou para pagamento em setembro. A Casan havia feito uma campanha de esclarecimento e orientação de que haveria essa cobrança a partir da conta de agosto a ser paga mês que vem. Porém, os munícipes não pensavam que seria um valor tão significativo.

DIANTE DISSO…

Tem ocorrido uma sequência de reclamações sobre a conta que chega nas residências da área urbana do pequeno município, que passou a contar com a rede de esgoto. Situação, aliás, que não tem volta e nem alteração. Otacílio Costa chegou a fazer abaixo-assinado (com 4 mil assinaturas) e o deputado Marcius tentou reduzir o percentual de 100% da tarifa de esgoto sobre o consumo de água. Não adiantou nada. O otaciliense está pagando nos percentuais fixados pela Casan e não tem alteração. Algo que vai acontecer na mesma linha com Capão Alto.

Aqui está um exemplo da ‘tarifa salgada’ de esgoto. O consumo de água na ordem de R$ 151,63 passou a ter um débito somente sobre isso de 100% a mais. E tem ainda aquela tarifa fixa que é um valor que o consumidor pagará mesmo se a casa estiver fechada sem gastar nenhuma gota de água.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *