Geral

Carmen e o Auxílio: ‘Não é inverídico’

ASSESSORIA DIZ QUE AFIRMAÇÃO SE BASEIA EM DOCUMENTOS OFICIAIS

Noticiamos e até lamentamos a aparente maldade contra a candidata Carmen Zanotto, pelo teor veiculado no horário eleitoral dos candidatos Ceron e Lucas, onde a parlamentar é apontada como uma das que votou contra a prorrogação do Auxílio Emergencial. Carmen garante que nunca houve um posicionamento contrário ao referido benefício.

PORÉM

Num contraponto acompanhado pelo link da informação oficial da Câmara dos Deputados, a assessoria jurídica de Ceron garante que o informado é verdadeiro. “Não é notícia inverídica. De fato ela votou contra a emenda 3, que prorrogava o auxílio emergencial de R$ 600,00 até o final da pandemia. Emenda da bancada do PT”.

E MAIS

A assessoria jurídica cita que “jamais levaríamos ao ar um assunto sem ter sido analisado juridicamente quanto a sua veracidade, apoiada unicamente em documentos oficiais que confirmam isso”.

DIREITO DE RESPOSTA

Carmen Zanotto até pediu direito de resposta em conteúdo apresentado à 104.ª Zona Eleitoral. Entretanto, o Juiz Eleitoral Silvio Orsatto indeferiu a liminar. O Magistrado não entrou no mérito do teor daquilo reclamado por Carmen. Orsatto indeferiu o pedido ao constatar a ausência do texto que se pretendia publicar no direito de resposta (conteúdo que deve acompanhar o recurso). E também devido a intempestividade do pedido (fora do prazo).

FIM DO HORÁRIO ELEITORAL

Com o término do horário eleitoral na noite de quinta-feira, 12, resta prejudicada qualquer tentativa de ver explicada e corrigida a situação perante o eleitorado (sob o aspecto dos argumentos de Carmen) em relação àquilo veiculado. A candidata garante que é uma questão interpretativa, mas não se tratou de um voto contrário ao Auxílio Emergencial e os adversários assim noticiam para tentar atrair votos dos indecisos na eleição de domingo.

Se você quiser tirar suas próprias conclusões, a celeuma sobre o tema reside na apreciação da matéria acima contida, fácil de encontrar no portal da Câmara dos Deputados, conforme o link já inserido no post.

Compartilhe

1 comentário para: “Carmen e o Auxílio: ‘Não é inverídico’”

  1. Parecer do Relator:
    “Pela Comissão de Finanças e Tributação, pela adequação financeira ou
    orçamentária das emendas 1, 2, 4 e 5 e inadequação financeira e orçamentária das
    emendas 3 e 6. No mérito, pela aprovação das emendas 1 e 2 na forma da
    Subemenda Substitutiva Global e rejeição das demais.”
    O motivo do voto contrário pelo visto foi por ordem técnica.
    Mas parece que a velha política continua imperando na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *