Geral

Carmen: ‘Reforma não é pacote fechado’

“Esta Casa tem o dever de corrigir as distorções neste texto para que possamos apresentar para a sociedade uma proposta de reforma da previdência mais justa e condizente com a realidade do conjunto dos trabalhadores brasileiros”.

Discurso da deputada Carmen Zanotto e foi proferido durante a audiência pública com o secretário da Previdência, Rogério Marinho. A deputada lageana defendeu que o parlamento promova as mudanças necessárias no texto da Reforma da Previdência.

AINDA O TEMA

Carmen fala em urgência na reforma, mas alerta que a iniciativa do governo “não pode ser um pacote fechado”. “Se trabalharmos juntos, teremos uma proposta melhor (…). Se há emendas sendo apresentadas, se existem propostas de vários partidos de exclusão do BPC, sobre a aposentadoria rural, é claro que estamos construindo um texto alternativo que será levado ao plenário”.

SOBRE ISTO E AQUILO

A deputada propôs a manutenção das aposentadorias rurais da forma que é atualmente e chamou a atenção para a maneira como a mulher é tratada na iniciativa do Executivo. “Seja no campo ou na cidade, estamos recebendo o tratamento injusto e desigual”. Sobre o teto de idade de 62 anos para mulher e 65 anos aos homens para acesso à aposentadoria, independente do tempo de contribuição, a parlamentar nada falou.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *