Geral

Casan combate ‘gatos’ em São Joaquim

EMPRESA CONTOU COM AJUDA DA POLÍCIA PARA BLOQUEAR LIGAÇÕES CLANDESTINAS DE ÁGUA NA ÁREA URBANA

Um aparelho denominado geofone é o dedo duro daqueles moradores que resolveram instalar água diretamente da rede à residência sem ‘combinar com a Casan’. Os ‘gatos’ como são popularmente conhecidos, que são instalações de água sem a autorização da empresa estão sendo combatidos. O trabalho se concentrou em vias do bairro Santa Paulina.

CÃES PARA PROTEGER ‘GATOS’

De acordo com as informações, para dificultar a escuta da ligação de água pelo geofone, moradores acionaram motosserras e atiçaram cachorros para que latissem e produzissem barulho.

O geofone precisa de silêncio do ambiente para escutar e rastrear o som da água. Mesmo assim, os ramais foram localizados e desativados.

Funcionários do IGP, que acompanhavam a operação, coletaram provas que poderão ajudar a identificar os responsáveis pelas instalações clandestinas. 

GATO É INJUSTO

“A ligação irregular, popularmente conhecida como gato, prejudica o abastecimento de quem mantém as faturas em dia e as suas ligações de forma correta”, explica o Chefe do Setor Operacional de Água da Agência, João Paulo de Sá. “Fechar os olhos para esta anormalidade é injusto com quem paga a tarifa em dia”, complementa o engenheiro.

TARIFA SOCIAL

Chefe da Agência São Joaquim, Luiz Carlos do Amaral, lembra que a Casan disponibiliza a Tarifa Social para as famílias com renda de até dois salários mínimos. Essa tarifa tem desconto de 80% com relação à tarifa tradicional, e pode ser usufruída por usuários inscritos no CadÚnico.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *