Geral

Comorbidades que mais matam em Lages

DADOS INDICAM AS DOENÇAS PRÉ-EXISTENTES NAS VÍTIMAS FATAIS DE COVID-19 EM LAGES. DOENÇAS CARDIOVASCULARES SÃO AS MAIS PERIGOSAS

Levantamento feito pelo Secretário Claiton Camargo de Souza (Saúde) – e divulgados num boletim especial -, dá uma noção e serve de alerta para a importância daquelas pessoas com diagnóstico de tais doenças, reforçarem ainda mais os cuidados. A vacinação, por exemplo, passa a ser praticamente indispensável aos acometidos de tais comorbidades.

Praticamente a metade das vítimas fatais em Lages tinham histórico de doença cardiovascular, geralmente associada a outra comorbidade. Assim, a doença cardiovascular e aquelas pessoas com diabetes foram as que mais sucumbiram, infelizmente, às complicações decorrentes da Covid-19.

EXPLICANDO O GRÁFICO

Se você somar o número de pessoas com as doenças citadas à esquerda no gráfico vai chegar a mais de 558. E o percentual é superior a 100%. Mas cabe uma explicação. Muitos pacientes que, infelizmente, perderam a vida na luta contra a Covid-19 em Lages, possuíam mais de um histórico de doença pré-existente.

OBSERVE QUE…

Pacientes com diagnóstico de doenças pneumáticas (problemas de comprometimento de pulmão) com 66 casos, não são aquelas cuja comorbidade mais causou óbitos.

Fonte: Boletim Secretaria Municipal de Saúde de Lages

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *