Geral

Concurso e reforma previdenciária

PRESIDENTE DA CÂMARA DECLAROU QUE HÁ PEDIDO PARA NÃO COLOCAR REFORMA NA PAUTA AGORA. E O QUE ISSO TEM A VER COM O CONCURSO PÚBLICO NA PREFEITURA DE LAGES?

Respondendo devereda a ponderação, a Prefeitura de Lages somente realizará concurso público depois de ter aprovada a reforma da previdência municipal. Em tese poderia até realizar o concurso público, visto que a data de ingresso do servidor na carreira válida é aquela da nomeação, mas a ideia é ter claro o conjunto de regras de aposentadoria aos contratados a partir do certame.

SIGNIFICA DIZER QUE…

Aqueles que adentrarem no serviço municipal como efetivos, estarão subordinados às regras previdenciárias que ainda não foram aprovadas (talvez nem analisadas) pelos vereadores. Se o concurso ocorresse antes, os servidores novos seriam submetidos ao regramento vigente que está dando uma diferença superior a R$ 2 milhões mensais que a prefeitura precisa complementar ao Lagesprevi para pagar aposentadorias e pensões.

O QUE FALTA PARA APROVAR A REFORMA?

Falta estudo, análise e conclusão por parte da área técnica da Prefeitura de Lages em relação a uma proposta que será feita no projeto da reforma. A ideia é deixar as regras menos penosas, como o valor a partir do qual se cobrará contribuição previdenciária de inativos. E outras situações que, quando aprovadas, impactarão na vida do efetivo e do inativo. Segundo o presidente da Câmara, Jean Felipe de Souza, prefeito Ceron pediu para não colocar na pauta o projeto (da reforma) enquanto não se conclui um estudo que poderá, inclusive resultar na redução do valor que a prefeitura está sendo que ‘comparecer’ todo mês (superior a R$ 2 milhões) para cobrir o rombo da diferença entre o que o LagesPrevi gasta (com aposentadoria e pensão) e o que arrecada (da contribuição dos ativos).

Não há um olhar para lados diferentes entre o parlamento e o Executivo em relação à reforma da previdência. Há cautela para costurar um plano que não penalize em demasia o funcionalismo ativo e os inativos, na tarefa de sustentar o sistema previdenciário municipal

Compartilhe

1 thought on “Concurso e reforma previdenciária”

  1. O bom mesmo é mexer com a vida do servidor da ativa e dos inativos (que já contribuiram e muito) sem ser servidor… .. mas devem ser ótimo mandar e desmandar em uma vida trabalhista e de contribuição que não é sua!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *