Geral

Corrida de Cães: Marcius quer proibição

DEPUTADO NÃO ESTEVE NA VOTAÇÃO DE SEU PROJETO POR FORÇA MAIOR. MAS GARANTE QUE A FORÇA É AINDA MAIOR PARA COIBIR A PRÁTICA

Deputado Marcius Machado aproveitou a quinta-feira, 26, para repercutiu seu lamento pela falta de sensibilidade dos colegas de parlamento que rejeitaram seu projeto que proibiria a prática de corridas de cães em território catarinense. De Silvio Dreveck, o suplente que está deputado a Rodrigo Minotto, que chegou a se preocupar que ‘daqui a pouco vão proibir até corrida de cavalo’, a maioria dos parlamentares presentes à votação foi contrário ao projeto.

MARCIUS INSISTIRÁ

O deputado lageano, sob o argumento da crueldade e sofrimento que se impõe aos cães, garante que ano que vem vai colocar o assunto novamente em pauta. Como terá que passar novamente pelas comissões, e por ser ano eleitoral, mesmo retornando à pauta, dificilmente o projeto vai a plenário ainda em 2022. Mas de qualquer forma, mostra a disposição de Marcius em não se recolher dessa cruzada, entre outras que ele tem trilhado na defesa da causa animal em âmbito de parlamento catarinense.

Marcius garante que não desistirá da ideia de proibir a corrida de cães e não acredita, ao contrário do que disse o deputado Dreveck, que não exista a prática em SC. Até porque, se não existisse, nem precisaria de proibição

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *