Geral

Covid-19: Afrouxada que preocupa Lages

Que nota o prefeito Ceron daria ao comportamento do lageano diante das medidas de combate e prevenção à Covid-19?

Uma nota sete, com estrelinha. É que o prefeito tem elogiado a adesão das pessoas, a conscientização e a submissão às normas. A nota sete ocorre porque a turma não tem se comportado uniformemente. Há os gazeadores, outros do fundão da sala que não prestam atenção e alguns que nem sempre fazem a lição de casa. E como uma nota sete passa de ano, mas qualquer descuido deixa o o vivente em recuperação, o Gringo voltou a falar mais alto com a turma: Geeente!

COLETIVA DE ALERTA

Ceron quer prevenir que as pessoas precisem de recuperação. Para tanto, as medidas preventivas precisam ser levadas mais a sério porque há quem se sinta imune à doença. Até porque, não basta parte da população estar consciente, cuidadosa e aderindo às medidas, enquanto outra parte vai para o Tanque lagartear numa aglomeração nunca vista no inverno serrano. Daí que, de forma remota – embora quisesse prosear mais cara a cara com a imprensa -, Ceron lançou um alerta: é preciso reforçar os cuidados para não ter que rever as medidas de flexibilização.

DE QUALQUER FORMA

Ainda nesta semana sai portaria. Determinará que o Tanque – principal parque dos lageanos – não mais aceitará visitantes nesse período de quarentena. E nem será colocada apenas uma placa escrita CUIDADO SERPENTE para afastar frequentadores. Haverá linhas demarcatórias que só permitirão passagem pelo parque. Olhar o lago, só se for bem devereda, de relance. O amontoado de gente no final de semana foi a gota d’água.

OUTRAS MEDIDAS

Portaria deverá prever punição para quem circular sem máscara, inclusive em vias públicas (ruas, praças). A fiscalização será intensificada. Nada que tenha saído apenas da cachola dos técnicos da Saúde. As medidas em Lages seguem aquilo que já se adota em outras cidades.

DIFERENCIAL LOCAL

Aqui não houve óbitos, temos menos de 300 casos confirmados e as UTI estão devarde (graças a Deus). Mas Ceron não quer esperar que Lages vire uma Concórdia ou uma Passo Fundo, cidades onde, por circunstâncias diversas, os casos dispararam, inclusive com óbitos. As medidas de reforço – e principalmente de alerta – chegam agora para que passemos de ano. Até porque, quem passar de ano é porque foi aprovado em matéria de pandemia.

O Gringo na live fazendo a pregação onde elogia o comportamento do lageano e pede adesão maior daqueles que deram uma afrouxada nas cautelas. Com pandemia não se brinca e nem se passeia no Tanque!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *