Geral

Covid: Feriado com 20 mortes na Serra

FORAM DOZE MORTES EM LAGES E OUTRAS OITO NA REGIÃO DA SEXTA SANTA AO DOMINGO DE PÁSCOA

A fase mais letal da pandemia segue deixando suas marcas com tristeza, dor e sofrimento para famílias da Serra Catarinense. Se a Prefeitura de Lages, sob o argumento de ‘compensar durante a semana’ optou por não vacinar na sexta-feira e domingo, as mortes não deram trégua. E não tem como compensar a perda de familiares que perderam a vida na luta contra a Covid-19.

NÚMEROS DO FERIADÃO

Entre a Sexta-feira Santa e o Domingo de Páscoa, infelizmente, Lages contabilizou 12 mortes. Assim, a cidade chegou a lamentáveis 344 vidas perdidas para a doença. Com mais oito óbitos em municípios da Amures (exceto Lages), chegamos a 197 perdas nas demais cidades da Serra.

DOIS MORTOS POR DIA

Embora não estejamos falando somente de números, mas de vidas perdidas, famílias em luto e tristeza sem fim pela dor da ausência, nesses 273 dias desde a primeira morte por Covid-19 em Lages (foi dia 6 de julho) são 541 perdas nos 18 municípios da Amures. Isso dá uma triste média de duas mortes por dia.

A notícia menos ruim, dessa avalanche de vidas perdidas, é que o feriado prolongado foi de movimento absolutamente baixo no Centro de Triagem. Na noite de domingo o secretário Claiton Camargo (Saúde) compartilhou registro do ambiente absolutamente vazio.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *