Geral

Serra: ‘Risco de mesma situação do Oeste’

RELATO DO SECRETÁRIO DA SAÚDE DE LAGES SOBRE CENÁRIO DE EXTREMA PREOCUPAÇÃO

Ouvíamos com atenção o relato do Secretário de Saúde de Lages, Claiton Camargo de Souza, sobre dados, informações e preocupação relacionados à pandemia. Apontava que na terça-feira, 02, foram atendidas 483 pessoas no Centro de Triagem. “Aquela estrutura com seus profissionais atuam no limite”.

FALTAM LEITOS DE UTI

“Informações que temos é que hoje de manhã cinco pacientes estavam à espera de UTI”. Disse Claiton Camargo ao relatar a situação ao colega Adilson Oliveira no Clube Comunidade da Rádio Clube FM 98,3. Indagado sobre o que acontece com pacientes que precisam e não têm UTI, o secretário apontou que “são colocados em leitos de enfermaria para Covid-19 até que surja vaga em algum hospital”.

‘CAMINHA PARA FICAR IGUAL O OESTE’

Sem esconder dados e nem preocupação e, ao mesmo tempo citar sobre ações e iniciativas, Claiton Camargo observa que, infelizmente, considerando os dados dos últimos sete dias, a Serra Catarinense caminha para o colapso registrado no Oeste do Estado.

“Não há estrutura de UTI para atender o aumento da demanda que precisa desse tipo de internamento”.

“Temos trabalho com medidas de enfrentamento, inclusive tentando evitar o lockdown. Mas o sucesso de qualquer medida depende da colaboração das pessoas”.

Secretário da Saúde de Lages exterioriza um quadro preocupante, porém, verdadeiro sobre a pandemia na cidade e região. Claiton Camargo destaca a atuação conjunta dos gestores da Serra Catarinense, mas alerta que, devido à falta de UTI, caminhamos para colapso semelhante àquilo vivenciado no Oeste do Estado.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *