Geral

CPI da Semasa: Definido o quinteto

OS NOMES FORAM CONFIRMADOS CONSIDERANDO A PROPORCIONALIDADE PARTIDÁRIA NA CÂMARA DE LAGES

Apostaria que o PSD escalaria o advogado e vereador Agnelo Miranda para a missão de integrar a CPI da Semasa. Não para impedir que se faça levantamento disso ou daquilo porque, via de regra, a essas alturas o ideal é a transparência extrema de tudo e de todos. Entretanto, equilibraria as interpretações e análises do ponto de vista jurídico de tudo posto. Mas Agnelo não está entre os cinco. Inclusive dois daqueles escalados pela chamada base do governo são suplentes na função.

Dos vereadores alinhados politicamente ao Paço, apenas o médico Heron de Souza é titular da vaga que ocupa na Câmara. Enio e Katsumi são suplentes na função. Além dos três, Suzana Duarte e Jair Júnior completam os cinco da Comissão. Dentre eles, será escolhido (a) quem presidirá os trabalhos com a primeira reunião já devendo ocorrer nesta semana.

ATÉ QUANDO A CPI

Considerando o prazo de 120 dias (e não quatro meses) e a aprovação do início em 27 de fevereiro, a CPI deverá se estender até 26 de junho, uma segunda-feira. Mas pode ser prorrogada por mais 60 dias.

E QUANDO FOR CONCLUÍDA

Importante observar que do resultado daquilo que for apurado, será enviado relatório ao Ministério Público e ao próprio prefeito para tomar providências no sentido de corrigir aquilo que eventualmente se encontrar de irregular. A partir disso, ficará a critério da Promotoria de Justiça representar judicialmente pela responsabilização das irregularidades levantadas ou não, considerando já estar em curso investigação severa nesse sentido.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *