Geral

CPI ouve titular da Semasa

SECRETÁRIA QUE ASSUMIU A FUNÇÃO HÁ 90 DIAS RESPONDEU AOS VEREADORES DURANTE A PRIMEIRA OITIVA DA CPI

Uma informação um pouco estranha dá conta que documentos solicitados pela CPI da Semasa à Prefeitura de Lages estaria com o Ministério Público, como se, via de regra, esses não são digitalizados e reservado pelo menos uma cópia a mais na estrutura administrativa. Entretanto, a falta de alguns documentos que deveriam ser fornecidos à CPI, com informações importantes, fizeram os membros da comissão abortarem a oitiva, neste primeiro momento, do secretário Alexandre Martins, que substitui Antonio Arruda, na Secretaria de Administração e Fazenda. Os vereadores vão analisar a forma como tentarão acessar tais documentos pretendidos para esclarecer fatos. “Vamos avaliar talvez até pela via judicial”, observou o relator da CPI, falando à Rádio Clube FM, vereador Jair Júnior.

SECRETÁRIA DA SEMASA

A advogada Taise Paese foi a primeira oitiva colhida pelos integrantes da CPI. Durante mais de uma hora, ela detalhou informações sobre os contratos em andamento, especialmente relacionados à empresa Serrana Engenharia, nas perguntas conduzidas por Jair Júnior (Podemos). Paese assumiu como secretária da Semasa no dia 14 de dezembro – há 90 dias – com o afastamento do titular anterior, Jurandi Agustini, por causa da prisão imposta pela Operação Mensageiro.

Secretária Taise Paese que responde faz 90 dias pela Semasa esclareceu algumas dúvidas durante a primeira oitiva promovida pela CPI da Semasa

Depois da oitiva, os membros da CPI se reuniram para avaliar o teor de informações coletadas, assim como os próximos passos do trabalho. Na quarta-feira, 29, ocorre a próxima reunião e, até lá, definir-se-á se haverá imediatamente outras oitivas

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *