Geral

Dário aceita disputar vaga ao Senado

ATUAL SENADOR TENTARÁ SE MANTER NO CARGO QUE OCUPA, RECUANDO DA IDEIA DE CONCORRER AO GOVERNO PELO PSB

“Na semana passada estivemos, eu e o Dário com o ex-presidente Lula e com Alckmin. Recebemos um pedido para que o Dário fosse candidato ao Senado, fortalecendo o palanque de Lula em Santa Catarina. E não vejo como dizer não a um pedido desses (…). O grande objetivo de todos nós nesse momento é a eleição do Lula”.

As palavras acima são de Cláudio Vignatti (direita), sobre a decisão sacramentada dentro do PSB de escalar Dário Berger para a disputa ao Senado, dentro da coligação da Frente de Esquerdas, que terá Décio Lima concorrendo ao governo

O QUE DIZ DÁRIO BERGER?

“Estamos diante de uma eleição histórica para o Brasil e para Santa Catarina e não vou me furtar de dar a minha contribuição. E estou pronto para atender esse pedido do Ex-presidente Lula e de Geraldo Alckmin”.

SIGNIFICADO DISSO

Há quem veja – e há sentido nisso – que Dário Berger mantido na coligação da Frente das Esquerdas, atrai parte do eleitorado do MDB, fiel ao próprio Senador. Segundo Dário Berger, a decisão de ir à reeleição ao Senado foi tomada visando fortalecer o PSB e o futuro da sigla. “Tomamos essa decisão após ouvir os pré-candidatos, diretório e Executiva do PSB”.

Falta apenas agora sacramentar quem será o vice de Décio Lima na disputa ao governo catarinense.

LAGES NO CENÁRIO

De Lages integram o projeto da Frente das Esquerdas, as pré-candidatas a Estadual, Daniela Carneiro e Cláudia Bratti, pelo PSB e PT, respectivamente. Tem ainda Toni Duarte que é pré a Estadual pelo PDT e a possibilidade de Fernando Coruja integrar o projeto no chamado campo majoritário.

Daniela Carneiro, na foto com lideranças do PSB, é o nome com boa referência familiar, inclusive, para disputar uma vaga à Alesc no projeto das esquerdas pela Serra Catarinense

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *