Geral

De olho na água de Lages

210 AMOSTRAS FORAM COLETADAS DESDE JANEIRO PARA ANÁLISE NO LABORATÓRIO DA SECRETARIA DE SAÚDE. É O VIGIÁGUA!

A VIGIÁGUA é a Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano. E essa é uma das tarefas da Vigilância Ambiental de Lages que, em parceria com a Vigilância Sanitária, faz coleta de amostras para análise do líquido distribuído na cidade (há ainda coleta de outras fontes). Desde janeiro foram coletadas, numa média de 30 por mês.

QUE TRABALHO É ESSE?

O trabalho consiste em um conjunto de ações para garantir que a água consumida esteja dentro do que a legislação permite, para a promoção da saúde e prevenção de doenças que podem ser transmitidas. “As coletas são realizadas em cavaletes da Semasa e em poços e nascentes, que não são atendidas pela concessionária, verificando se a água está dentro dos padrões”, diz o gerente da Vigilância Ambiental, Maurício Agostineto.

ONDE SE COLETA?

Os pontos de coleta são em locais de grande circulação de pessoas, centros comerciais, hospitais, creches, universidades e unidades básicas de saúde. Além disso, conjuntos habitacionais e residências também são analisadas de acordo com a necessidade. “Lembrando que dentro dos estabelecimentos, a responsabilidade de realizar a limpeza e desinfecção dos reservatórios de água é do proprietário, assim a qualidade não é perdida por esses locais que não estão limpos”, cita Agostineto.

ENCAMINHAMENTOS

A amostra depois de coletada é analisada no laboratório de águas da Secretaria Municipal de Saúde de Lages. Os resultados são inseridos no Sistema de Informação da Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua) do Ministério da Saúde. “Em caso de resultado alterado, o motivo precisa ser justificado e logo a equipe faz um estudo para solucionar a situação”, conclui o Gerente da Vigilância Ambiental.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Agua02.jpeg

A coleta é feita em locais de protocolo para identificar a qualidade da água que chega para o consumo humano

PROVOCAÇÃO NOSSA

Esse trabalho da área de Vigilância Ambiental é revestido de uma importância enorme. Não é à toa que se trata de ação na área de saúde do município de Lages. A título de curiosidade, nesta segunda-feira, 25, percorria a lateral do rio Carahá e verificava o quanto a água está límpida, transparente. Uma amostra dessa água, levantando o grau de pureza dela (e o que há de situações que a tornam imprópria ao consumo) seria bem salutar. Até para reforçar os cuidados com o que se despeja no rio que circula a área central de Lages.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *