Geral

Colombo é denunciado ‘apenas’ por Caixa 2

Jornalista Moacir Pereira informou em primeira mão – e a notícia está aqui – sobre o encaminhamento da PGR – Procuradoria Geral da República em relação a denúncias contra o governador licenciado Raimundo Colombo. Pelo teor da informação contida na versão on line do DC Grupo NSC – a PGR decidiu arquivar o inquérito contra Colombo e assessores, em relação às denúncias de corrupção e recebimento de propina, a partir de delações ocorridas em 2016.

FIM DO SUSPENSE

Havia um suspense maior em relação a exatamente essas acusações, embora desde o princípio, o governador Colombo tenha deixado claro que não incorrera em qualquer ato que caracterizasse corrupção em relação às empresas Odebrecht e JBS. Segundo noticiou Moacir Pereira no DC, a Secretaria de Comunicação da PGR confirmou o protocolo da denúncia, mas com teor sigiloso.

QUE DENÚNCIA FOI PROTOCOLADA?

A denúncia que acabou sendo protocolada, embora livre Colombo de acusação de corrupção e recebimento de propina, foi de prática de Caixa 2. Governador Colombo estava em Lages, mas a partir da informação da denúncia se deslocou para Florianópolis. É de lá que tomará conhecimento do teor da denúncia por Caixa 2.

COLOMBO FALOU A MOACIR PEREIRA

No final da tarde o governador Raimundo Colombo falou com exclusividade para o colunista Moacir Pereira. Disse que “estava aliviado com a conclusão do inquérito, em função do arquivamento das acusações de corrupção e propinas. Acrescentou que mais de 98% de sua defesa foram concentrados exatamente para comprovar sua inocência em relação a estas duas questões graves”, diz a notícia informativa de Moacir Pereira.

AINDA SEGUNDO COLOMBO NO DC…

“Eu não concentrei a defesa na questão do Caixa 2, que pretendi tratar num segundo momento. Quero esclarecer tudo. Não pedi recurso de Caixa 2 para ninguém. O arquivamento do inquérito sobre corrupção mostra que minha vida é limpa. Eles estão me dando um atestado (…). A questão do Caixa 2 não tem nenhum problema para mim. Eu assumo o caixa 2. Vou explicar tudo direitinho. Além disso não é uma questão criminal. É eleitoral.”

Risco de denúncia por corrupção, a partir das delações da Odebrecht e JBS, foi afastado com o arquivamento do inquérito que tratava do assunto. Sobre uso de Caixa 2 o governador Colombo aponta que isso é questão eleitoral e não criminal.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *