Geral

Do noticiário aéreo da Serra Catarinense

Infracea, a empresa que faz a gestão do Aeroporto de Correia Pinto, compartilha:

“Recebemos a aeronave do GEIV – Grupo Especial de Inspeção em Voo. A missão teve como objetivo realizar inspeção nos procedimentos para operação por instrumentos e no PAPI – aquele equipamento que indica aos pilotos a rampa ideal para pouso durante a aproximação”.

À ESPERA DA AZUL

“Além de ser a operadora do aeroporto e responsável pela implantação e manutenção dos PAPI, a INFRACEA também atua na EPTA – estação de rádio responsável pelas informações de voo e coordenação das operações. Isso significa que estamos cada dia mais prontos para a operação regular da Azul Linhas Aéreas que deve começar nos próximos meses com o (avião modelo) Embraer 195-E2“.

A PROPÓSITO

Como se vê nas mensagens e repercussões da atuação discreta da Aerosul na ponte aérea Correia Pinto a Florianópolis, visualiza-se que o custo estaria elevado da passagem (R$ 399,00 quando entre Vacaria e Porto Alegre não custa nem R$ 200,00). De qualquer forma, seja custo ou desinteresse do passageiro serrano em se deslocar à Capital de avião, é uma situação para a empresa Aerosul criar condições (chamamento ao cliente) para mudar essa realidade.

Até porque, é por causa da operação também no Aeroporto de Correia Pinto que a empresa usufrui dos incentivos fiscais do Governo do Estado para aviação regional.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *