Geral

É de dar dó do asfalto novo…

INFELIZMENTE A CENA SE REPETE: VIA É PAVIMENTADA E LÁ VEM REMENDO

Quanto tempo o pavimento asfáltico colocado na rua Serafim de Moura sobreviveu sem nenhuma ‘intervenção cirúrgica’? Nem seis meses. E lá está o corte e recorte na altura dos moinhos. Dá dó. O pavimento a ser reposto no local nunca mais será igual, com a pista apresentando, gradativamente, desníveis e facilitando para o surgimento de outros buracos no próprio buraco.

Compartilhe

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *