Geral

Ceron e as trocas tipo Bolsonaro

SÓ PORQUE PRESIDENTE TROCOU SEIS MINISTROS NO MESMO DIA, PREFEITO CERON TIROU DOIS DO SEU PELOTÃO

“Se o Bolsonaro pode mudar, também vou fazer umas exonerações. Vou dormir essa noite sem o Joinha e o Jean Pierre no colegiado”.

Não. Não foi isso que pensou o prefeito Antonio Ceron, mas se pensasse faria todo sentido. Álvaro Joinha Mondadori e Jean Pierre Ezequiel acordaram secretários municipais e foram dormir vereadores. Os coringas de Ceron foram afastados dos cargos no Executivo para retornarem ao Legislativo e ajudar corrigir (ou talvez aumentar) a bagunça que tem sido a formação das Comissões Permanentes da Câmara.

Os bem mandados, Jean Pierre e Joinha, deixaram a peleia no Executivo e foram para a Missão Impossível do Legislativo

DESDOBRAMENTO

Por conta da manobra política os suplentes Katsumi Yamagushi e Enio do Vime Ribeiro deixaram as funções. E sabem qual foi o resultado prático da referida providência? Nenhum. Os integrantes do legislativo seguem se desentendendo, sem chegar a um consenso.

O QUE ESTÁ PEGANDO?

Jair Júnior reclama que a manobra tenta deixá-lo fora das comissões. Uma fonte do PSD faz referências à frase que Adilson Canônica, ex-vereador, repetia no parlamento lageano: “Política é igual carga de porco. Só reclama quem está por baixo”. No caso…

Canônica atuava nos tempos que a Câmara era aqui. Iria usar uma foto de javali para ilustrar a informação. Mas daí poderia ofender… os javalis!

A PROPÓSITO

Há duas decisões judiciais favoráveis aos vereadores de oposição no sentido de distribuir de forma proporcional as vagas nas Comissões Permanentes. Mas antes de chancelar aquilo definido pelo Judiciário, a atual Mesa Diretora da Câmara quer consultar o VAR.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *