Geral

Escadaria dos 500 e o ato às 600 mil mortes

LAGES NÃO FICOU FORA DO MAPA DAQUELAS CIDADES QUE LAMENTARAM A MARCA DAS 600.000 VIDAS PERDIDAS NA PANDEMIA EM TODO O BRASIL

No ano em que o Brasil completou 500 anos de descobrimento, foi construída a escadaria de 500 degraus no Morro Grande em Lages, obra do então prefeito Décio Ribeiro. E foi no cenário desse momento dos 500 anos que o PT e a Frente Fora Bolsonaro realizaram no feriado uma reverência pela marca triste e lamentável das 600.000 vidas perdidas no Brasil devido à pandemia. Diz parte do texto compartilhado pelo Yuri Amaral:

“Solidarizamo-nos todos os dias. Mas hoje especialmente, com todos que perderam seus amados, como vítimas dessa pandemia. Muitas vidas vítimas também da negligência, incompetência, negacionismo…”.

Parece um gesto solitário do grupo de lideranças, mas tem seu significado, seu simbolismo, sua importância. Somente em Lages são 529 vidas perdidas. É difícil nos deparar com alguém que não teve um familiar, amigo, vizinho, colega de trabalho que viveu o luto pela perda causada pela Covid-19. Há ainda, além desses dados de Lages, mais 351 famílias de luto nos demais municípios da Amures!

EM TEMPO

Naturalmente que a nós não cabe achar culpados ou politizar a pandemia. Mas não devemos nos recolher de registros como esse porque são vidas perdidas que merecem respeito, reverência e um pesar verdadeiro!

ATUALIZANDO

E essa marca das 600 mil mortes foi destaque no feriado. Na atualização da quarta-feira, 13, já eram 601.643 vidas perdidas no País!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *