Geral

Hartmann indaga sobre multas de trânsito

PEDIDO DE INFORMAÇÕES PARTIU DA CÂMARA 

Quanto se arrecadou em multas de trânsito nas vias urbanas de Lages entre o mês de janeiro de 2017 e a metade deste ano de 2020? E qual foi a destinação dada a esses recursos cujo CTB determina investimentos prioritários em sinalizações, aquisições para reforçar a mobilidade de trânsito (como semáforos modernos), campanhas educativas e cursos que reforcem a qualificação dos Agentes de Trânsito.

Bruno Hartmann (PSL) aponta que não se trata de desconfiança sobre a gestão dos valores oriundos das multas de trânsito, mas de transparência dos dados. Visualiza que existem algumas realidades nas vias de Lages que poderiam ter um maior investimento, como pinturas e sinalização de faixas de pedestres e semáforos mais modernos em locais de movimento demasiado intenso.

MAIS SUGESTÃO

No mesmo documento que pede informações sobre valores arrecadados com multas de trânsito em 40 meses, o vereador Bruno Hartmann indaga como a comunidade aciona os Agentes de Trânsito, observando que existe o número 153 que poderia ser ativado nesse sentido. Por fim, mas não menos importante, Hartmann sugere que os profissionais que atuam como agentes, passem a adotar o talonário eletrônico (e não mais de papel) para o trabalho de fiscalização nas vias da cidade.

RADAR SAIU DE CENA

Desde o início da pandemia, os Agentes de Trânsito não têm feito mais operação com radar para coibir o excesso de velocidade nas avenidas de Lages, como era feito até então. Provavelmente bom senso pela redução de fluxo de veículos na cidade desde março deste ano.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *