Geral

Havia um poste no caminho. No caminho…

BUROCRACIA IMPEDE TRABALHO MAIS CÉLERE DA CELESC PARA A RETIRADA DE POSTES EM VIAS PAVIMENTADAS

Dias desses o vereador Jair Júnior fez até um making of com produção de vídeo e tudo mais por causa de uma rua que fora asfaltada em Lages, mas que o poste teimoso, insistia em permanecer (agora depois do asfalto) num canto da via, em plena pista de rolamento. Até transparecia esfolões no robusto (o poste) de algum desavisado que enroscou o carango no objeto fixo.

ENTRETANTO

É o tipo de situação que não tem um responsável ou irresponsável pela situação. Há uma burocracia na Celesc que se precisa vencer para remover um poste assim, devido à complexidade da providência. Não existe um departamento de remoção de postes na empresa, sendo necessário protocolo e análise do deslocamento da rede de alta tensão. Exemplo nesse sentido vem de São Joaquim.

Assim escreveu e analisou a providência o prefeito Giovani Nunes. A chamada Rua do Corredor (anteriormente um brejo de difícil passagem) recebeu pavimentação. Mas a rede elétrica ficou, como mostra a imagem acima. Os vereadores joaquinenses não foram fazer vídeo da situação, mas aguardaram que se vencesse a burocracia do processo na Celesc, para que a providência ocorresse.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *