Geral

Hospital Santa Clara sofre intervenção

PREFEITO DE OTACÍLIO COSTA, FABIANO BALDESSAR, TENTOU APROVAÇÃO DA CÂMARA. SEM ÊXITO, ACABOU INTERVINDO POR DECRETO

Uma medida extrema num período delicado. É o que pode ser conceituado da decisão do prefeito Fabiano Baldessar (MDB) de decretar intervenção administrativa na Sociedade Beneficente Dom Daniel Hostin, mantenedora do Hospital Santa Clara de Otacílio Costa.

TENTATIVA NA CÂMARA

Antes de fazê-lo pelo decreto assinado nesta quinta-feira, 06, o prefeito Fabiano Baldessar (MDB) pretendia encaminhar por aprovação legislativa a medida. Entretanto, houve resistência em concordar com tal providência, especialmente pela bancada do PSD. Diante disso, entendendo que pode efetuar a intervenção sem depender de autorização da Câmara, Baldessar assinou o decreto abaixo sacramentando a medida.

O argumento para o decreto é o chamado “perigo público e urgente na rede hospitalar de Otacílio Costa”

PREFEITO ‘IMPORTA’ INTERVENTORA

Sem encontrar nenhum profissional em Otacílio Costa que atendesse ou preenchesse os requisitos para desempenhar a função de interventor, o prefeito Fabiano Baldessar buscou no vizinho município de Correia Pinto, uma pessoa para a tarefa. Beatriz Mesquita, que foi vereadora pelo MDB e concorreu como candidata a vice pelo partido em Correia Pinto, foi nomeada como interventora do hospital de Otacílio Costa. Ela tem experiência em gestão por atuar na área de saúde e ter sido diretora do hospital Faustino Riscarolli.

Beatriz Mesquita nesse registro de Jatir Fernandes assinando expediente no legislativo de Correia Pinto na legislatura passada

RAZÕES DA INTERVENÇÃO

(SEGUNDO A PREFEITURA)

“Os motivos são inúmeros. Dentre os principais estão a enorme dívida da Instituição, seja com fornecedores, médicos, Celesc, Casan, falta de negativas fiscais (o que está na iminência de impedir o hospital de receber recursos públicos, comprometendo o atendimento à população)”.

E MAIS…

“O decreto também discorre sobre os erros na prestação de contas dos recursos repassados pelo município ao hospital e as falhas administrativas. Consta que a prefeitura de Otacílio Costa transferiu no ano de 2020, o valor de R$ 1.888.000,00 e em 2021 o valor de R$ 700.000,00. E tais valores sempre são insuficientes, conforme relatos da presidência do hospital”.

Hospital Santa Clara não mais é administrado pela diretora, a advogada Thatiany Tessarollo, mas por uma interventora nomeada pelo prefeito de Otacílio Costa

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *