Geral

Ideia seria dividir mandato de dona Ivete

HOUVE REAÇÃO DE EMEDEBISTAS CONTRÁRIOS A IDEIA DE IVETE DA SILVEIRA FICAR MENOS TEMPO NO SENADO

“Dona Ivete vai ficar o restante do mandato inteiro. É legítimo o direito dela em relação a isso. Não tem essa de dividir o mandato com o Beto Martins. Não faz sentido”. Essa reação ouvimos de um emedebista do andar de cima em relação há uma costura ainda antes da eleição de Jorginho Mello, para que o ex-prefeito de Imbituba, Beto Martins, assumisse parte dos quatro anos que Ivete Appel da Silveira herdou do governador eleito na Câmara Alta.

POSSE DE CONSOLAÇÃO

Inclusive diante dessa resistência da divisão do restante do mandato ao Senado, Jorginho Mello acenou para que Beto Martins ficasse esse restante de ano na função em Brasília. Até mesmo porque, como governador eleito, não pode mais dar bola para o mandato em âmbito federal. Entretanto, o regimento da Casa barrou a posse de Beto Martins. Assim, o ex-prefeito de Imbituba somente assumiria a função se dona Ivete quiser ou por algum impedimento não puder exercer a função.

Beto Martins que, por sinal, deu um dos maiores choques de gestão da história de Imbituba, é o segundo suplente ao Senado na vaga de Jorginho Mello. Mas somente assume se dona Ivete, a viúva de LHS, quiser ou ela não puder exercer a função.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *