Geral

Ideia sobre a revitalização da Carahá

ORDEM DE SERVIÇOS PARA A ÚLTIMA PARTE DE CHÃO BATIDO É INDICATIVO DO PROJETO QUE PREVÊ A REVITALIZAÇÃO DA AVENIDA

Não há como pensar que a Avenida Belisário Ramos, em seu trecho final de chão batido (bairros Habitação e Caça e Tiro), será asfaltada e depois receberá interferência de revitalização. O pacote da obra já vem completo e dá ideia do que será o restante do projeto de revitalização. O descritivo aparece na licitação vencida pela empresa AS Construtora.

O QUE TEREMOS NA CARAHÁ?

O trecho a ser asfaltado ao custo de R$ 4 milhões compreende uma extensão de 1.187,48 metros (lado direito 602,35m e lado esquerdo 585,13m). Cada lado terá pista de 13 metros de largura (2 faixas de 3,5m e mais ciclovia com 2,5m além de estacionamento com 2,5m). As calçadas terão 2,5m de largura em paver. Serão executados ainda, serviços de drenagem (escoamento das águas das chuvas) e novo sistema de iluminação pública.

Schumacher da AS Construtora recebe do governador Moisés a ordem de serviços para o asfalto na Carahá. Esse é o primeiro dinheiro (R$ 4 milhões), da parcela deste ano do Plano 1000 a ser aportado em Lages

SIGNIFICA QUE…

A revitalização em toda extensão da Avenida Carahá não terá invenções. Vai trabalhar na premissa daquilo que está previsto no asfaltamento entre as pontes do bairro Habitação e Carahá: Duas faixas de trânsito em cada pista de 3,5m e mais ciclovia com 2,5m. Ainda o estacionamento com 2,5m e mais as calçadas de 2,5m de largura em paver.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *