Geral

Impeachment: Razões de Cobalchini

DEPUTADO EXPLICA PORQUE PEDIU ADIAMENTO DA VOTAÇÃO

Deputado Valdir Cobalchini (MDB) explicou as razões que o levaram a pedir o adiamento da votação do segundo pedido de impeachment contra o governador Moisés, solicitação essa atendida pelo desembargador Ricardo Roesler.

ASSIM

Segundo Cobalchini, numa demonstração do clima mais favorável a Moisés no Parlamento, quando apresentou o relatório após a Alesc ter autorizado o prosseguimento das investigações, não era um julgamento de culpa ou inocência. “Os elementos que tínhamos vieram da CPI, que integrei, dos inquéritos extraídos do Gaeco, do Ministério Público e das operações Oxigênio 1 e 2. Haviam indícios da participação do governador”.

PORÉM

“A Polícia Federal concluiu que o governador não teve nenhuma participação na negociação. Entendi que tínhamos de ter esse parecer, que deveria constar dos autos. Agora estamos exercendo papel de juízes, julgando fatos que estão nos autos. Se teve um fato novo, tem que estar nos autos”. Sustentou a justificar a razão de aguardar a chegada desse entendimento da PF.

COBALCHINI DIZ MAIS

O deputado citou que o TCE/SC emitiu um parecer que os integrantes do tribunal misto ainda não conhecem:

“Só sabemos pela imprensa. É importante, necessário e fundamental que tenhamos todos os elementos posteriores à data da aprovação do relatório da Alesc para fazer um julgamento justo e isento. Não podemos julgar no escuro. Vivemos uma situação tão importante de um eventual afastamento ou não. É providencial que se aja com devida cautela”.

***

TERRA ENGENHARIA APRESENTA:

RESIDENCIAL MIRANTE DA BOA VISTA 

Invista ou more bem. Conheça um empreendimento cujas obras não param até a conclusão completa. A imagem abaixo é deste começo do mês de dezembro de 2020.

As unidades remanescentes no Mirante da Boa Vista você pode financiar até 90% do valor.

Registro de Incorporação R3/39.142. 

Informações: contato@terraimoveisltda.com.br

WhatsApp: (49) 99149 2327

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *