Geral

Incentivo: Em São Joaquim é assim…

MUNICÍPIO RETIRA TAXA DO BLOCO DE PRODUTOR RURAL, CONSTITUINDO-SE UMA FORMA DE MANTER CONTROLE DE PRODUÇÃO, MAS SEM ONERAR PRODUTOR RURAL

Uma coisa é prefeito discursar que incentiva o agronegócio, a atividade rural. A outra é demonstrar isso na prática. São Joaquim faz isso, através de uma providência que não gera muito retorno de arrecadação ao município (quando cobrada), mas sinalização uma enorme boa vontade do poder público em demonstrar boa vontade com os produtores rurais. A retirada de blocos de produtores rurais (documento utilizado na venda de gado, maçã e outros produtos agrícolas diretamente da propriedade) não tem mais custo.

SIGNIFICADO DISSO?

A providência representa uma desoneração ao produtor rural e, ao mesmo tempo um incentivo para que aqueles que residem no interior sigam controlando a produção, emitindo notas (já que essas são importantes ao movimento econômico e também para a vida previdenciária de quem reside no meio rural). E daí, no seu município, tem incentivo ao agronegócio de verdade no estilo daquilo que se faz em São Joaquim ou é só discurso?

EM TEMPO – No registro acima um rápido ato do prefeito Giovani Nunes e da vice, Ana Melo, nessa simplificação na vida do produtor rural de São Joaquim, com a liberação da necessidade de pagar taxa de acesso à nota de produtor rural.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *