Geral

Informação truncada no seletivo de Lages

PREFEITURA ANUNCIA INSCRIÇÕES ATÉ ÀS 23H59H. MAS O EDITAL FIXA PRAZO ATÉ ÀS 18HORAS. QUAL HORÁRIO QUE VALE?

Terminou nesta quinta-feira, 24, o prazo de inscrição para os três processos seletivos abertos pela Prefeitura de Lages que contratará neste segundo semestre 1.294 pessoas para trabalhar a partir de janeiro do ano que vem. Tudo certo, tudo atendendo a norma, visto que os atuais trabalhadores temporários têm contratos vencidos no dia 31 de dezembro deste ano e não podem (os contratos) serem renovados sem novo seletivo.

ENTRETANTO

Algumas pessoas, confiantes no anúncio acima, por alguma circunstância de vida, deixaram para fazer a inscrição na noite da quinta-feira, visto que ali se comunicava que era possível fazê-lo até às 23h59min, horário que em tese deveria ser recolhida (paga) a taxa de inscrição com pagamento pelo meio eletrônico (aplicativo).

O QUE OCORREU?

O edital indica encerramento das inscrições às 18 horas. Os candidatos interessados em se inscrever no certame e que foram fazer isso à noite, não conseguiram. Assim, a informação divulgada pela prefeitura, replicada nos meios de comunicação e nas plataformas digitais da própria prefeitura é falsa (fake). Acabou enganando os interessados. O episódio rendeu inclusive comentários nas redes sociais.

Em tese a empresa aplicadora das provas – e que elaborou o edital – não errou ao fixar o prazo e horário – de 18 horas como encerramento. O erro está na informação do encerramento das inscrições divulgada pela prefeitura (23h59min).

SIGNIFICA QUE….

Se uma única pessoa tenha deixado de se inscrever por causa do fake news aplicado pela divulgação oficial do município sobre o assunto, já importa na necessidade de abrir um novo prazo para a inscrição. Meno male que não há pressa na realização do certame, visto que é um seletivo para chamar pessoal para trabalhar somente em janeiro de 2022.

MAS

O Tico e o Teco precisam combinar as coisas na Prefeitura de Lages. Do contrário, o Tico pensa em fazer uma coisa e o Teco outra e quem paga o pato é o cidadão que não tem nada a ver com os desencontros de ideia do Tico e do Teco!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *