Geral

Inter e os limites de apoio do Paço

PREFEITO CERON FALA EM AJUDA NA LOGÍSTICA, MAS SEM APOIO COM DINHEIRO PÚBLICO AO TIME DE LAGES

Se houvesse uma lista daqueles torcedores mais aguerridos pela história do Internacional de Lages, nela estaria tranquilamente o cidadão Antonio Ceron. Já foi membro da diretoria, presidente, vendedor de rifa, defensor ferrenho, apoiou de todas as formas o time em diferentes momentos, tem aquele carinho pelo que o colorado lageano representa. Mas não mistura a paixão com as carências do Clube, mesmo que o time seja em campo sinônimo das cores de Lages. “Estamos num esforço danado para administrar isto aqui (a prefeitura) e não há argumento que justifique aporte de dinheiro público no futebol profissional”, deixa claro o prefeito.

PRESIDENTE FEZ COBRANÇA

Dias desses o presidente do Inter, Cristopher Nunes, numa entrevista a Élcio José na Clube FM, chegou a se reportar provavelmente a Ceron ao citar que houve gente prometendo apoio e aporte. Mas que isso não se concretizou. O prefeito não se recolhe da ideia de ter vontade de ajudar o Clube, mas entende que como gestor precisa atender as prioridades coletivas sem misturar a paixão (pelo Inter) com a obrigação (que é a gestão). A Prefeitura está ajudando com a logística de transporte e manutenção do Estádio (que pertence ao município).

DINHEIRO NÃO

A hipótese de dinheiro para ajudar a bancar o plantel, não existe. Nem agora, nem adiante. E como não gastará dinheiro público com o futebol profissional, até porque o lageano não concordaria, dinheiro do próprio bolso da mesma forma não aportaria. Até porque é apaixonado pelo Inter, mas não é louco de se desfazer dos próprios pilas para isso. Dona Salete aconselharia o Gringo a ter mais cautela com as finanças próprias.

O estádio recebe a manutenção normal para o Inter sediar os jogos. A prefeitura ajuda ainda no transporte de atletas para os jogos em casa e em outras cidades. Mas aporte para ajudar pagar jogador não terá ajuda dos cofres públicos.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *