Geral

João Cardoso pede para sair do PSL

Porque foi vice-prefeito de Lages, vereador, secretário da SDR e com uma longa história de (bons) serviços prestados em âmbito de cidade, é destacável a decisão do advogado João Cardoso de deixar a sigla pela qual militou na eleição passada, o PSL.

MOTIVAÇÕES

João Cardoso disse que está encaminhando nesta segunda-feira, 11, um expediente ao presidente do PSL lageano, Luiz Marin (e por certo à Justiça Eleitoral também para sacramentar a burocracia da desfiliação) o pedido de desligamento do partido. Em resumo ele deixa o PSL porque não concorda que a sigla vote com o prefeito Antonio Ceron na Câmara. Cita que fez várias denúncias contra o atual gestor, mas essas não encontraram eco. E, por conta disso, não vê coerência na permanência no PSL.

João Cardoso e a decisão de deixar o PSL a partir de pedido desfiliação

FICA JOÃO!

É precipitada essa saída de João Cardoso do PSL. Talvez ele não tenha analisado o cenário ou optado por aproveitar a deixa para a desfiliação. Ocorre que os vereadores que ele se refere que estão votando com o prefeito Ceron (Bruno Hartmann, Gabriel Cordova e Nei Casa Nossa) está deixando o PSL. Com a junção dessa sigla com o DEM, os vereadores podem migrar para outro partido sem incorrer em infidelidade. E eles já declararam que farão isso. Vão se filiar no partido onde estiver o governador Moisés e Lucas Neves. Ou seja, João Cardoso, se quiser, pode ficar!

Parafraseando o próprio registro fotográfico de Nilton Wolff, o trio do PSL não ficará no partido e deve migrar, como na imagem, para o mesmo lado!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *