Geral

Judiciário doa meio milhão de reais ao HTR

DOAÇÃO DO FÓRUM DA COMARCA DE LAGES É DE RECURSOS ORIUNDOS DE PENAS PECUNIÁRIAS E SE DESTINAM A AQUISIÇÕES PARA O ENFRENTAMENTO À COVID-19

“Estamos passando por um dos piores momentos da história da humanidade e é preciso, além de seguir todas as orientações técnicas de segurança sanitária, buscar alternativas financeiras para auxiliar no enfrentamento da doença. Temos em Lages um excelente hospital que tem acolhido pessoas de toda a região. Esse auxílio deverá suprir algumas necessidades e ajudará a salvar vidas”.

 Palavras acima são do magistrado que aparece no registro, juiz Geraldo Correa Bastos. Ele é o Juiz Diretor do Foro da Comarca de Lages e incumbido de encaminhar a doação de meio milhão de reais ao Hospital Tereza Ramos. O dinheiro vai ajudar a instituição de saúde na aquisição de suprimentos para o enfrentamento da Covid-19 no atendimento a pacientes diagnosticados com a doença.

DINHEIRO DA SOCIEDADE

Muitas vezes a sociedade é a vítima, a lesada, quando do cometimento de delitos. Daí cabe ao Judiciário aplicar como pena sanções pecuniárias a condenados. E parte desses valores integram esse montante a ser destinado ao Hospital Tereza Ramos. Significa que, por vias indiretas, essa indenização à sociedade está sendo destinada à ajudar a população, nessa intervenção pertinente do Poder Judiciário.

O QUE DIZ O DIRETOR DO HOSPITAL

TEREZA RAMOS MAURÍCIO BATALHA

“O quantitativo, além de muito significativo em relação ao valor, representa ainda mais pelo momento que passamos e onde será aplicado, diretamente na assistência dos pacientes e no combate ao Covid. Só temos a agradecer por este grande gesto humanitário do Tribunal de Justiça, ao Fórum de Lages, na pessoa do doutor Geraldo, e a todos os envolvidos nesta doação de recursos”.

O aceno financeiro significativo do Judiciário auxilia inclusive o próprio município de Lages pois custeia suprimentos numa instituição de saúde que atende a todos. No registro acima o secretário Claiton e o diretor Maurício Batalha

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *