Geral

Lageano pega Covid duas vezes em 6 meses

É O PRIMEIRO CASO OFICIAL DE REINFECÇÃO EM SC

Ele tem 30 anos, sem histórico de viagens e recebeu das autoridades a confirmação do diagnóstico para Covid-19 em análise laboratorial feita na Fundação Osvaldo Cruz no RJ. O resultado da quinta-feira, 31, coloca como oficial a reinfecção por Covid-19 no Estado, exatamente num paciente de Lages.

SEIS MESES

A reinfecção se caracteriza quando o paciente é diagnosticado positivo com intervalo em relação à primeira confirmação superior a 90 dias. No caso do paciente lageano, ele foi diagnosticado com Covid-19 em setembro do ano passado. E esse resultado da quinta-feira da semana passada, dia 31, foi de contágio em fevereiro deste ano. Ou seja, com intervalo de seis meses entre os dois diagnósticos.

VARIANTE BRASILEIRA

Considerando essa confirmação da reinfecção de paciente lageano, significa que a nova variante já circula em Lages. Trata-se da chamada ‘variante brasileira’ que é mais agressiva e resistente à medicação. Embora a identidade do paciente não possa ser divulgada, as autoridades de saúde não informaram detalhes sobre o protocolo ao qual foi submetido o cidadão para superar a reinfecção.

Foram detectadas suspeitas de reinfecção em 35 pacientes catarinenses. Em 21 deles os resultados dos exames afastaram as suspeitas. Há outros 13 em relação aos quais se aguarda diagnóstico e esse caso lageano é o primeiro positivo no Estado para reinfecção pela ‘variante brasileira’.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *