Geral

Lageanos e a parceria com Vitor Ramil

CANTOR E COMPOSITOR GAÚCHO FAZ PARTICIPAÇÃO NA MÚSICA FICA DOS LAGEANOS BRUNO FORTKAMP E DAVID TOLEDO

A parte mais importante da notícia é a chegada às plataformas digitais nesta sexta-feira, 29, da música intitulada Fica. Trata-se de uma letra de Bruno Fortkamp que foi musicada por outro fera da boa música lageana, David Toledo. Fortkamp é de um conhecimento imenso de música, ao ponto de ser jurado de festivais, como a Sapecada da Canção e Toledo tem aprimorado muito o domínio da arte de produzir música de verdade.

SOBRE A MÚSICA FICA

Fica é uma canção que fala de morte. Uma canção densa, bucólica e com várias camadas no arranjo. Feita entre 2020 e 2021 e interpretada por David, conta com a participação de Vitor Ramil, compositor, letrista, cantor e escritor brasileiro. A canção tem como instrumentação guitarrón, piano, baixo elétrico, vocais gravados por David e um solo de clarinete gravado por Arthur Boscato, ambientando o lugar úmido e complexo em que foi concebida, na cidade de Pelotas/RS, onde David morou entre 2020 e 2021 além de ser a cidade natal de Vitor. A música foi mixada por David Toledo e masterizada por Misael Pacheco do Estúdio 186.

SIM, SOBRE VITOR RAMIL

Particularmente gosto muito de ouvir Vitor Ramil desde minha adolescência (nos anos 80) com Poetas Loucos de Cara. Mais recentemente ele musicou o poema Deixando o Pago, que se constitui outra obra prima na voz do cantor gaúcho. Ele é autor de doze álbuns e suas canções já foram cantadas por intérpretes como Mercedes Sosa, Chico César, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Ney Matogrosso, Fito Paez, Jorge Drexler, Kátia B, Kleiton e Kledir, Adriana Maciel, Tommy Körberg, Gal Costa, Zeca Baleiro, MPB4, Pedro Aznar, Lenine, Ceumar, Maria Rita, Gutcha e Ian Ramil.

Fico devendo um retrato do Bruno Fortkamp e David Toledo no palco, mas das redes sociais de ambos, os registros acima de uma safra de excelência de gente que sabe fazer música de qualidade

Já o Vitor Ramil nem precisa falar nada a respeito. Até porque quem conhece seu trabalho não necessita de apresentações. E que não conhece ou não entende sua musicalidade, nem adianta apresentar porque é só ouvidos dados a interpretar o que é cantado vai entender!

Com informações da jornalista Aline Tives

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *