Geral

Lages 01.01: Gerson ‘vence por 7 anos’

CRITÉRIO DE IDADE DEFINIU A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Gerson Omar dos Santos nasceu no dia 14 de maio de 1971. Jubsnei Martins da Cruz, o Nei Casa Nossa, veio ao mundo em 19 de agosto de 1978. Foi essa diferença de idade que fez com que o ‘coroa’ Gerson dos Santos levasse a melhor na disputa pela presidência da Câmara.

CONFRONTO

Gaudério de Farroupilha/RS, Gerson dos Santos disputou com o homem de Rondônia, Nei Casa Nossa, a presidência do legislativo. O placar foi de 8 a 8 e foi preciso consultar o VAR e o Regimento para validar a eleição do candidato do PSD.

OS BASTIDORES

A oposição, percebendo que empataria e perderia no critério da idade, se o candidato fosse Jair Júnior, fechou questão para que José Osni (Podemos) fosse o candidato. Nesse caso daria 8 a 8 e o Podemos conquistaria a Mesa Diretora, juntamente com os demais membros da oposição.

PORÉM

Havia uma costura de bastidores, onde José Osni, mesmo sendo do mesmo Podemos de Jair Júnior, não aceitaria a estratégia. Fontes apontam, embora em nota o vereador diga que não, que houve um ‘entendimento’ para que José Osni não interferisse na eleição de Gerson dos Santos. Se é fato ou boato, os próximos passos dirão. Diante da negativa (duas vezes ao microfone de José Osni de aceitar ser candidato a presidente e, por consequência, eleito para comandar o legislativo), houve a opção por Nei Casa Nossa. Esse perdeu na idade, não nos votos.

DISCUSSÃO LONGA

Até se chegar à votação, houve uma longa espera (entre 11h23 e 13h10min). Jair Júnior leu a orientação do Podemos, indicando José Osni para concorrer a presidente. Este declinou. Na nota chegou a dizer que nunca teve pretensão de ser presidente no início do mandato e uma decisão contrária a isso (sendo candidato a presidente) iria ferir seus princípios (sic!).

DIANTE DISSO

O debate se acalorou porque Gerson dos Santos insistia em abrir a votação somente com chapa que tivesse a assinatura concordante de seus integrantes. Polaco, estreante na Câmara, levantou a voz num aparte a Jair Júnior. “O senhor fala somente quando for sua vez”, ensinou Jair ao ‘novato’.

E SENDO ASSIM

Depois do primeiro arranca rabo no parlamento local, Gerson dos Santos, ajudado pelo critério da idade se tornou presidente da Câmara. Mas a oposição comemorou, conforme as palavras de Jair Júnior:

“Há derrotas que elevam o gênero humano e há vitórias que o rebaixam. Perdemos a eleição da Mesa da Câmara, mas sem perder os princípios”.

OS PROTAGONISTAS DA DISPUTA

José Osni de Oliveira (Tio Zé), eleito pelo Podemos, partido de oposição, mas que teria se recolhido de concorrer a presidente da Câmara, beneficiando, por vias transversas o candidato do Paço. Em nota o vereador disse que não é nada disso!

Jair Júnior que, por detalhes, não deu um nó no grupo político do Paço e emplaca um integrante da oposição como presidente da Câmara

Gerson e o cumprimento de Ceron com a conquista do cargo de presidente da Câmara, o que foi decidido no critério da idade

Compartilhe

1 comentário para: “Lages 01.01: Gerson ‘vence por 7 anos’”

  1. O Gringo é copeiro, tal qual o Grêmio. Continuem menosprezando o gringo, enquanto ele empilha taças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *