Geral

Lages adota drones contra Covid-19

PARA AMPLIAR A FISCALIZAÇÃO EQUIPES NÃO ATUARÃO CONJUNTAMENTE

Sensação tensa e angustiante por causa da revoada do vírus da Covid-19 sugere até se evitar algum trocadilho em relação à medida anunciada da utilização de drones para patrulhar alguns pontos de Lages. Estratégia é para prevenir aglomerações e, se constatada, instituir o método desmancha bolinho no entrevero. Tecnologia bem avançada, a estratégia não é novidade por já ter sido usada lá em abril em outras cidades brasileiras.

DINÂMICA

Os aparelhos estarão circulando em determinadas regiões de Lages onde, historicamente, tem se registrado aglomerações. E assim que se identifique a existência de movimento maior de pessoas, as forças de segurança entrarão em ação.

MUDA ESTRATÉGIA

Secretário Claiton Camargo, falando na Hora da Corneta da Clube FM, citou que a ideia é não se colocar a força tarefa de todos os órgãos de segurança e fiscalização juntos: “Vamos espalhar mais as equipes para abranger uma quantidade maior de pontos fiscalizados”.

TECNOLOGIA LEMBRA FICÇÃO

Embora dentro de outra perspectiva e razão, o uso de drones sai da ficção para o dia a dia na paróquia. Na Netflix tem a série brasileira Onisciente que trata do uso de drones para patrulhar a população. No caso da ficção, os aparelhos têm formas de um inseto que acompanha o personagem em todo lugar.

Na interinidade como prefeito, Juliano Polese tem a tarefa de nortear as ações desse aumento de casos da Covid-19 que coloca Lages e todo o Brasil em estado de atenção

Compartilhe

1 comentário para: “Lages adota drones contra Covid-19”

  1. Não adianta ter drones e não testar a população. Não adianta ter drones e fazer a gente trabalhar a todo custo, mesmo quando literalmente todo dia aparece um colega com sintoma ou teste positivo. A prefeitura esta dando as costas pra seus servidores e pra toda a populacao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *