Geral

2020: Lages emprega mais que demite

DADOS OFICIAIS DO NOVO CAGED CONFIRMAM ISSO. E AINDA FALTAM OS DADOS DE DEZEMBRO

Lá na segunda semana de janeiro teremos os dados consolidados de todo o ano de 2020 sobre a geração formal de empregos em Lages. Mas depois daquela derrapada em abril e maio – que afetou a economia de todos os municípios – Lages vem numa crescente de oportunidades de trabalho.

E…

Os dados de novembro confirmam essa tendência. Foram gerados 462 empregos (com carteira assinada) a mais que as demissões ocorridas no penúltimo mês de 2020.

OS NÚMEROS ABSOLUTOS

Segundo o CAGED (órgão oficial do Ministério da Economia), Lages demitiu 1.221 pessoas e novembro. Porém, empregou formalmente 1.683. Isso gerou o superávit de 462 vagas. Foi o segundo melhor mês do ano, perdendo apenas para outubro que gerou 474 vagas a mais de empregos nos diversos setores da economia.

500 EMPREGOS A MAIS QUE AS

PERDAS GERADAS PELA PANDEMIA

Numa evidência da crescente na geração de empregos, em abril Lages experimentou o demissão de lamentáveis 1.140 pessoas por causa da pandemia. E outros 392 desligamentos ocorreram em maio. Porém, essas 1.532 vagas fechadas nos dois meses mais severos da pandemia, já foram recuperadas durante o ano, considerando as 2.035 vagas geradas nos 11 meses (janeiro a novembro). Significa que, além de recuperar as 1.532 demissões da pandemia, Lages ainda gerou (em 11 meses) 503 vagas de trabalho com carteira assinada.

Importante observar que esses dados positivos se constituem resultado do arrojo do setor produtivo que continua acelerando, investindo, empregando e acreditando.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *