Geral

Lages gerou 1.336 empregos neste ano

DADOS SÃO DE MAIO E AUMENTO É COMPARADO AO TROPEÇO DE ABRIL ONDE O MUNICÍPIO FECHOU COM UMA VAGA FECHADA A MAIS QUE AS GERADAS

Estamos falando em trabalho formal. Em CTPS, a carteira de trabalho, assinada. São pessoas que deixam à espera pela oportunidade de trabalhar regularmente. Os dados do CAGED que saíram do forno neste primeiro dia de julho se referem ao quinto mês do ano. É sabido – divulgamos isso – que abril foi um mês medonho freando aquela sequência de bons números no mercado de trabalho local, quando a matemática de contratações e demissões acabou fechando de leve no vermelho.

MAS MAIO FOI MUITO BEM

Naquele rodízio da mão de obra em diversos setores da economia (o entra e sai nesta e naquela empresa), ocorreram 1.407 desligamentos nos 31 dias de maio. Mas se essa legião de trabalhadores ‘deu baixa’ na carteira, outra acesso o mercado de trabalho. Foram 1.765 vagas preenchidas. Significa, portanto, que Lages gerou em maio 358 empregos a mais que os desligamentos ocorridos.

DADOS DOS CINCO MESES

É verdade que fechamos o semestre, mas oficialmente o CAGED (braço do Ministério da Economia) tabulou os dados do mercado de trabalho até maio. E à exceção de abril que deu aquele – 1 (menos um) no gráfico de empregos gerados, os outros quatro meses do ano foram ótimos, totalizando 1.336 vagas geradas a mais que as demissões ocorridas.

Observe que março começou a recuada dos empregos gerados. Foi nesse mês que tivemos o lockdown de duas semanas na cidade. Abril ficou num vermelho discreto, mas maio a situação voltou a melhorar!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *