Geral

Lages leva 70 atletas para os Jasc

Ano passado não foram realizados os Jogos Abertos de Santa Catarina por causa da pandemia. As competições neste ano foram garantidas e ocorrem predominantemente em São José. Mas outros municípios (Timbó e Florianópolis) se agregam para ajudar a sediar as disputas.

LAGES NO EVENTO

São 70 atletas der Lages, dos 7.500 participantes previstos para a competição. Lages estará em sete modalidades sendo esperança de medalhas na maioria delas.

NA ABERTURA DOS JASC EM SÃO JOSÉ

Com o respeitoso mérito à universidade lageana, enquanto atletas de outros municípios estampavam o nome das cidades nas costas do uniforme, os representantes de Lages tinham a bandeira da cidade e o nome Uniplac. A universidade patrocina e ajuda algumas modalidades. Daí a providência dos uniformes para as diversas competições. O nome Lages aparece na vertical da perna. Como nesse caso se representa a cidade, o correto seria a FME ter providenciado uniformes para a abertura, como as demais cidades (Itajaí, Jaraguá e Joinville aparecem no registro acima). Mas parece que se a Uniplac não providencia, cada atleta teria que levar sua jaqueta de casa. A culpa, naturalmente não é dos gestores da FME porque sem dinheiro não dá para fazer milagre. Mas a gestão municipal deveria atentar mais a isso!

JASC E OS RESPIRADORES

Outra curiosidade dos bastidores da abertura dos JASC foi o teor da fala do governador Moisés, que incluiu resposta didática sobre onde estão os R$ 33 milhões dos respiradores. Estratégia é antecipar para todos os segmentos da sociedade as providências relacionadas ao repatriamento dos valores, para quem não pairem dúvidas agora e nem questionamentos tentando deixar Moisés em saia justa ano que vem.

Governador Moisés e a estratégia inteligente de levar com ele a resposta em forma de pregação sobre as providências para o retorno dos R$ 33 milhões que foram pagos antecipadamente por respiradores naquele que é, em tese, o principal dente no facão que poderia lhe causar desgaste no projeto de reeleição. Poderia porque, se o dinheiro voltar aos cofres…

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *