Geral

Lages: Mortes reduzem fila por UTI

DUAS SEMANAS PÓS LOCKDOWN TEMOS LAGES COM 709 CASOS ATIVOS DE COVID-19

20 de março, um sábado, foi o primeiro dia pós-lockdown em Lages. Eram 2007 pessoas com a doença ativa (e em isolamento), total de 290 óbitos e 24 pacientes à espera de vaga na UTI. Apesar das perdas lamentáveis, os números melhoraram.

DADOS 16 DIAS DEPOIS

No domingo, 04 de abril, 16 dias após o fim do lockdown em Lages que estrangulou a economia, mas reduziu a movimentação de pessoas, o número de pessoas com a doença diminuiu para 709. Na verdade tudo de novos casos, visto que aqueles 2007 já estão recuperados. Portanto, temos um terço de casos entre o fim do período restritivo e os dias atuais.

FILA DIMINUI COM MORTES

É uma constatação consternadora, mas verdadeira. A fila para acessar leitos de UTI diminui à medida que as pessoas lá internadas veem a óbito. No dia 16 de março tínhamos 24 pessoas à espera de leito. De lá para cá foram 54 mortes e a fila diminuiu para 5 pessoas na espera.

Serra Catarinense tem 94 leitos de UTI. Todos estão ocupados e há 5 pacientes à espera por vaga

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *