Geral

Lages na defesa das usinas hidrelétricas

REUNIÃO TÉCNICA DEBATE O TEMA E REFORÇA IMPORTÂNCIA DE INVESTIMENTOS EM PCHS E NA USINA PAIQUERÊ

Acil voltou a ser centro de uma discussão econômica importante. Depois da questão da concessão da BR-282, a pauta da vez foi a instalação de PCHs nos rios da Serra Catarinense (Pelotinhas, Lava Tudo, Amola Faca, Caveiras) e a Usina Paiquerê no Rio Pelotas. “Defendemos e empreendemos esforços para a implantação de PCHs e da Usina Hidrelétrica Paiquerê, situada entre os municípios Lages e São Joaquim, em Santa Catarina, e Bom Jesus, no Rio Grande do Sul, com o propósito da exploração sustentável”. É esse o entendimento da Acil, representada pelo presidente, Carlos Eduardo de Liz.

REUNIÃO TÉCNICA

Empreendedores, representantes de entidades de classe e autoridades de gestão pública e legislativa participaram de um encontro para ser apresentado, debatido e recebidas sugestões sobre o tema do contexto atual e impulso à execução das PCHs nas bacias dos rios Pelotas, Pelotinhas, Lava-Tudo, Amola Faca e Caveiras.

Houve conversações sobre análises ambientais, megawatts potencializados, impactos das hidrelétricas, inundações, energia sustentável, projetos, resultados eficientes. Também a respeito de saídas para viabilizar PCHs, perspectivas na instalação de novas indústrias e a Matriz Energética para a tentativa de zerar a produção de gás carbônico em transição para a produção de energia limpa, como a eólica e solar.

DADOS E DEFESA

Durante a reunião técnica, representantes da empresa Estelar Engenheiros Associados explanaram sobre a revisão dos estudos de inventário hidrelétrico do rio Pelotas no trecho entre a elevação 797 metros e 647 metros. Esclarecimentos técnicos foram prestados, incluindo explicações acerca de gráficos e mapas. “Santa Catarina é pioneira na criação de um Código Florestal. Nós lideramos a formulação desse Código e grandes avanços foram conquistados. A questão da água como fonte de energia vai mais longe do que a geração de energia, significa desenvolvimento econômico e humano”, apontou o prefeito Ceron.

Instalação de novas usinas hidrelétricas de pequeno porte (PCH) ou algo mais vultoso como a Paiquerê tem posicionamento favorável do prefeito Ceron, desde que respeitados os padrões ambientais existentes. Ceron entende que isso é perfeitamente conciliável: economia e sustentabilidade

Fotos: Aline Borba

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *