Geral

Lages: Números alentadores da Covid-19

Não é informação para ser comemorada, já que a doença deixou rastros de tristeza e dor para, pelo menos 70 famílias lageanas. Mas se constitui um dado que reduz a angústia diante da incógnita que representa a realidade da pandemia. Desde a quinta-feira da semana passada, dia 17, Lages não registra nenhum óbito pela Covid-19. Chegamos a registrar seis num único dia.

MAIS DADOS

Em comparação com a semana anterior, houve ainda diminuição de 14% nos casos ativos no município e de 13,7% do número de pacientes em isolamento domiciliar. Por conta desses dados que comprovam a desaceleração na curva de contágio da Covid-19 na região, o COES Regional Serra Catarinense Covid-19 vem cobrando do Governo do Estado uma reavaliação dos critérios considerados para mensurar a classificação do risco potencial, e os motivos de a região não migrar da fase Laranja para a Amarela, que indica Risco Baixo.

DIZ O SECRETÁRIO

CLAITON CAMARGO

“Nossa expectativa era que o Estado atualizasse agora, nesta semana a classificação regional para a bandeira Amarela. A partir daí os gestores municipais poderiam já estar planejando ações de flexibilização e possível retomada gradativa de serviços e atendimentos públicos e privados. Estamos cientes que tivemos uma melhora no cenário, mas ainda não vencemos essa batalha contra a Covid-19”.

INTERNAMENTOS E LETALIDADE

A taxa de ocupação de Leitos UTI Covid, que em agosto alcançou um patamar de 90%, vem caindo progressivamente e despencou para 28% na quarta-feira (23). A procura por atendimento no Centro de Triagem da Covid-19, apresentou uma redução de quase 50% desde o início da pandemia. A letalidade também se encontra em níveis de estagnação, com frequentes picos de declínio. “Por isso, a região considera que o mapa de avaliação de risco potencial dever ser reavaliado”, acrescenta Claiton Camargo.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *