Geral

Lages oferece 1.294 vagas em seletivo

NÃO É CONCURSO PÚBLICO, MAS HÁ OFERTA DE 1.294 VAGAS PARA O ANO QUE VEM

Tem portal de notícias de concurso anunciando que a Prefeitura de Lages está prestes a lançar um certame para contratação de servidores. A informação não procede. Há o lançamento de um processo seletivo amplo. Isso sim.

OCORRE QUE…

Os processos seletivos vigentes terão o prazo de contratação concluído no final do ano. De acordo com Paulo Marques, Executivo de Comunicação, há necessidade de realizar novos procedimentos para não permanecer uma lacuna (sem servidores) entre o término da vigência do atual e um novo a ser realizado. Por causa disso, antecipando-se à necessidade, a Prefeitura de Lages abre inscrições na segunda-feira, 24, de um amplo processo seletivo.

VAGAS E PRAZO

As inscrições iniciam na segunda-feira, 24, com o período de um mês para o interessado se inscrever. Tanto o portal do IBAM quanto da Prefeitura de Lages têm informações. Aquelas pessoas que querem se inscrever e não têm internet, poderão fazer o procedimento no Teatro Marajoara. A inscrição varia entre R$ 35,00 e R$ 100,00. E para as 1.294 vagas há salários variáveis que, no caso de profissionais da área médica é de R$ 15.358,83.

DESCRITIVO DE VAGAS

Secretaria da Educação………….431 vagas

Secretaria da Saúde……………….312 vagas

Áreas diversas………………………..551 vagas

PROVAS E INÍCIO DO CONTRATO

Como os atuais contratos de processos seletivos pretéritos terminam no final do ano, aqueles aprovados nestes novos procedimentos iniciarão no emprego público nos primeiros dias de janeiro de 2022. E as provas do processo seletivo acontecem em três momentos (dependendo do edital): 01, 15 e 29 de agosto.

Embora pudesse realizar concurso público, visto que a proibição de contratação é até 31 de dezembro de 2021 (Lei Complementar 173/20), a Prefeitura opta pela temporariedade das contratações através de processos seletivos

***

VOCÊ SABE A PROCEDÊNCIA DA CARNE

QUE VOCÊ ADQUIRE PARA SUA FAMÍLIA?

Empório das Carnes faz o acompanhamento desde a compra de animais criados a pasto em cabanhas e fazendas da Serra Catarinense (especialmente na região da Coxilha Rica, Painel). Depois o abate dentro dos rigorosos padrões sanitários (Frigorífico de Palmeira) e o manuseio das pranchas, transformando tudo em cortes especialmente para quem entende de carne: você!

Aqui está o exemplo de pranchas que chegam do abate, são submetidas a cortes dentro de padrões de sanidade e, depois embalados a vácuo para ficar a sua disposição na Avenida Carahá!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *