Geral

LagesPrevi: Cautela na reforma em Lages

Mais adiante vamos contextualizar informações sobre o projeto de lei que será encaminhado à Câmara de Vereadores em relação ao regramento da reforma da previdência que abrangerá (e afetará) os servidores públicos municipais de Lages. Mas por antecipação, àqueles efetivos que derem uma passada pela página no feriadão, a gente informa:

Lages não criará nenhuma regra mais perversa que aquelas implementadas aos servidores federais e estaduais, nas reformas aprovadas nos dois âmbitos até agora. Pelo contrário, até onde a gente sabe, há ideia de implementar regramentos que afetem menos o servidor, quando o assunto é, por exemplo, os valores a partir dos quais irão abranger os percentuais de descontos previdenciários.

MAS QUE FIQUE CLARO…

Não é opção local deixar de trabalhar com a idade de 65 anos para homens e 62 para as mulheres acessarem o benefício. Assim como, não há como deixar o sistema previdenciário municipal fora de um novo teto (aquele do INSS). Porém, que conste que, as mudanças não irão afetar todos os servidores em atividade, por causa das regras de transição, livrando alguns que estão na ativa de ter que atender aquilo que será aprovado para se aposentar.

O que é indispensável aos servidores é essa postura das entidades sindicais que os representam (no registro acima Sindserv e Simproel).

PORQUE…

É o diálogo com líderes sindicais e seus assessores jurídicos que podem nortear algumas situações que não penalizem tanto o funcionalismo municipal. Mas pensar que a reforma não trará mudanças suficientes para buscar o equilíbrio das contas previdenciários no município é inocência. Haverá alterações, focando reduzir o rombo no sistema na ordem de R$ 2 milhões mensais que o município precisa complementar (a mais) com recursos dos cofres públicos para que aposentados e pensionistas não deixem de receber os benefícios.

***

Abaixo conteúdo publicitário!

EMPREENDIMENTO TERRA ENGENHARIA

RESIDENCIAL BÉRGAMO: PERTO DE TUDO

Residencial Bérgamo planejado pensando em seu conforto e privacidade, utilizando espaços de maneira eficiente e inteligente. Unidades de 2 e 3 dormitórios com opção de suíte, salão de festas mobiliado, academia, brinquedoteca e playgroundÁrea de coworking e sala de reuniões para atendimento home office.

Registro Incorporação: R3/41196

Compartilhe

1 thought on “LagesPrevi: Cautela na reforma em Lages”

  1. É bom deixar claro que os servidores não são contra a reforma e sim contra a postura do Executivo que mandou a Emenda à Lei Orgânica sem as regras de transição. Dessa maneira, uma mulher que se aposentaria daqui a 2 meses, terá que trabalhar mais 7 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *