Geral

‘Lázaro de Lages’ segue foragido

ÀS 13 HORAS DESTA SEGUNDA-FEIRA COMPLETARAM 120 HORAS DO CRIME BRUTAL, SENDO QUE AUTOR SEGUE FORAGIDO

Passavam alguns minutos das 13 horas da quarta-feira, 16, quando um homem de 32 anos adentrou no primeiro andar do prédio de três pavimentos ao lado do Edifício Catedral e matou a tiros Ana Júlia Floriano, 19 anos. Após o crime saiu correndo, subindo a rua em direção a um veículo que o aguardava. Depois disso nunca mais fora visto. A Polícia Militar realizou rondas, abordagens, conduziu suspeitos à Delegacia. Mas nada. Nesta segunda-feira, 21, chegamos a 120 horas desde o crime bárbaro. E o suposto autor dos disparos segue foragido.

APRESENTAÇÃO À AUTORIDADE POLICIAL

Na quinta-feira, 17, dia imediatamente após o crime, foi noticiado que o autor dos disparos iria se apresentar à autoridade policial. Ao colega Evandro Gioppo da Clube FM a Delegada Luciana Rodermel, responsável pela investigação, disse que não recebera qualquer contato de advogado nesse sentido.

O rapaz chegando armando ao local do crime em Lages

Das redes sociais a foto de Ana Júlia, vítima de feminicídio em Lages, morta com disparo de arma de fogo

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *