Geral

Lei para proibir tração animal avança

NORMA DE AUTORIA DO DEPUTADO MARCIUS PASSOU PELA CCJ NA ALESC E TENDE A IR A PLENÁRIO AINDA NESTE ANO

Para que não pairem dúvidas sobre o projeto, a norma não interfere na atividade rural, podendo se manter o uso de animais para puxar arado ou carro de boi. Da mesma forma, não há qualquer interferência em atividades tradicionalistas como rodeio e torneio de laço. As atividades campeiras não sofrerão interferência. Mas o foco do deputado Marcius Machado é proibir a tração animal em área urbana, especificamente a questão da presença de cavalos (muitos desnutridos, aparecendo os ossos), puxando carroças em ruas e avenidas.

O projeto de lei passou na CCJ, a mais importante das comissões da Alesc e agora passa ainda por uma segunda comissão antes de ir a plenário. O deputado Marcius está confiante na aprovação do regramento

E COMO FICAM OS CARROCEIROS?

De maneira antecipada, Marcius Machado já se preocupou com o assunto. Previu recursos para prefeituras como a de Lages, adquirir carrinhos elétricos. Tais mecanismos podem ser usados pelos atuais carroceiros para o transporte de material reciclado e outros itens que integram a atividade. Com isso, os cavalos sofridos saem de cena e a opção mais moderna atende quem precisa desse tipo de transporte para a labuta diária.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *